1753

Pular para o conteúdo
Última atualização:
|
Prefeitura Municipal de
Lençóis

Relatório apresenta dados inéditos do Parque da Muritiba no1º mês de implantação do Plano Emergencial

21/11/2022 às 12h01

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


A Prefeitura de Lençóis, vai discutir junto a comunidade local, representada pelo Conselho Municipal de Meio Ambiente, os próximos passos da implantação do Plano Emergencial do Parque Natural da Muritiba, após avaliação de resultados obtidos com as mudanças adotadas recentemente para o uso do Parque.

De acordo com o relatório de visitação do primeiro mês de monitoramento, apresentado pela Janoo, plataforma responsável pela gestão do Parque, o atrativo recebeu 2885 pessoas entre 19 de setembro a 18 de outubro de 2022.

Além do controle de acesso realizado pela Janoo, o visitante responde um questionário sobre a experiência no atrativo, onde também avalia o atendimento. As novas medidas têm sido bem recebidas pelos visitantes, que relatam sentir mais segurança no Parque, que agora conta com monitores que realizam avaliação de risco e ronda diariamente em todo o Parque. 

A monitoria feita por brigadistas locais já evitou o ataque de abelhas em uma das áreas do Parque e realizou resgate de turistas que se acidentaram no local. 

Segundo o secretário de Meio Ambiente Raimundo Baracho, além da obtenção de dados inéditos sobre a visitação, é possível observar diversas melhorias no comportamento de algumas pessoas no Parque já no primeiro mês de monitoramento, desde a redução de lixo, de barulho e circulação de animais.

A implantação do Plano de Manejo do Parque prevê intervenções estruturais planejadas por etapas, elas serão amplamente discutidas com a comunidade. 

A paulista Renata Santana (38 anos) que visitou a cidade pela segunda vez, ressaltou a satisfação em retornar ao Serrano e encontrar o atrativo limpo e ainda poder contar com informações sobre o local através dos monitores, mesmo nas áreas autoguiadas. 

 

A implantação do Plano de Manejo propõe, além do comportamento consciente nas reservas naturais, a formação em educação ambiental aliada a práticas do dia a dia para crianças, jovens e adultos, não apenas nas escolas, mas em todos os espaços sociais do município como a reciclagem e a coleta seletiva, com o objetivo de viabilizar o desenvolvimento de uma cidade cada vez mais preparada para oferecer aos moradores qualidade de vida e aos turistas, experiências memoráveis.