1753

Pular para o conteúdo
Última atualização:
|
Prefeitura Municipal de
Lençóis

Mais educação! Ano letivo inicia com extensão do CERPV para a zona rural

28/02/2023 às 11h47

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


O retorno às aulas começou com boas notícias para alguns alunos do ensino médio da zona rural de Lençóis, que poderão concluir o ensino médio mais próximo de casa. Através do esforço de gestores do município, do Centro Educacional Renato Pereira Viana (CERPV) e do Governo do Estado, foi garantido mais um avanço na educação municipal, com a extensão da unidade do CERPV para a Escola Municipal Octaviano Alves (EMOA), em Tanquinho. 

Durante a abertura oficial do ano letivo, realizada na noite da última segunda-feira (27), estudantes, pais, professores, diretores e algumas autoridades celebraram o retorno da unidade do CERPV para a comunidade.

Segundo Zenilda, avó do estudante Breno, de 15 anos, que irá iniciar o ensino médio, essa mudança promove uma ‘tranquilidade imensa’ para todas as famílias de adolescentes que tinham que trafegar na BR diariamente para estudar.

A prefeita Vanessa Senna ressaltou a importância de garantir a educação e a segurança dos alunos através da união da comunidade, dos gestores do CERPV e do Governo do Estado. Ela destacou o orgulho em ter sido aluna do CERPV e estimulou os estudantes para que através da educação, possam conquistar seus objetivos e realizar seus objetivos. 

A programação de abertura contou com uma homenagem ao arquiteto João Moura, ex aluno da escola que apresentou projetos desenvolvidos com alunos da Escola EMOA e propostas de requalificação da margem da BR242, com nova dinâmica de uso e convivência da área com o objetivo de promover valorização comercial, segurança e lazer para a comunidade. 

A diretora do CERPV, Suely Anjos, ressaltou a importância da participação da comunidade na tomada de decisões junto às escolas e afirmou o esforço de todos os envolvidos para garantir a qualidade na educação dos alunos. 

O anexo atenderá estudantes das comunidades de Tanquinho, Iúna, Povoado São José e Comunidade Padre Cícero e já conta com quase 100 alunos matriculados.