1753

Prefeitura Municipal de Lençóis

Pular para o conteúdo

Gestores municipais discutem Plano Municipal do Turismo

25/08/2021 às 13h16

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Com a renovação do Mapa do Turismo Brasileiro, proposto para o segundo semestre pelo Ministério do Turismo, a cidade de Lençóis irá contar, pela primeira vez, com o Plano Municipal de Turismo, (requisito para a inclusão do município no mapa) desenvolvido através da Secretaria responsável pela pasta.   

Como etapa do processo de criação, o plano foi apresentado na manhã da última quarta-feira (25), no auditório da Ecoviva, para a prefeita Vanessa Senna e representantes das demais secretarias que estão direta ou indiretamente ligados ao setor.

Apesar dos quase 40 anos como destino indutor para a prática do ecoturismo e do turismo de aventura, Lençóis não tem registro de planejamento do setor. Fator indispensável para o desenvolvimento sustentável e duradouro do turismo para a promoção e distribuição de renda, preservação do patrimônio material e imaterial, geração de novos postos de trabalho e fortalecimento do setor também na zona rural.

Na apresentação, a presidente da Câmara Técnica do Circuito do Diamante e secretária de Turismo de Lençóis Laura Garcia destacou alguns eixos centrais para execução do plano: Infraestrutura e Patrimônio Cultural e Natural; Governança, legislação e monitoramento; Estruturação do produto turístico e regionalização; Capacitação, qualificação e sensibilização.

O projeto inclui a atualização de um inventário da oferta turística, já que segundo registros os dados já estão defasados e conta com dados de 2005 e 2012, censo de condutores, censo de cultura e calendário de eventos municipais.

Segundo Vanessa Senna, para que o município chegue ao seu objetivo, todos os segmentos que estão ligados ao turismo devem estar muito bem sincronizados, "especialmente o empresariado, a comunidade e o poder público para que a execução do plano aconteça de forma alinhada".  Laura citou ainda a importância da Lei Municipal de Turismo, do monitoramento da atividade turística e destacou alguns dos produtos locais que devem ser valorizados como o tradicional picoá (recipiente artesanal utilizado por garimpeiros para guardar diamantes), a renda de bilro entre outros.  

Ela ressaltou o reconhecimento do selo de Geoparque para a Unesco, o que representa aumento do turismo qualificado que gasta, que interage com a comunidade em busca uma experiência ainda mais rica para si e para o destino.

Os participantes conheceram um pouco sobre um projeto Anfitriões, que está em desenvolvimento na Secretaria, e que propõe a valorização e reconhecimento do local para o morador, que apesar de viver num destino turístico, muitas vezes não conhecem a história ou os atrativos que atraem pessoas do mundo inteiro.

A apresentação foi finalizada com uma reflexão sobre o quão são felizes os moradores do município são felizes com o lugar, através de uma dinâmica com questionário, feita pela diretora de Turismo Aracely Dourado.

O Plano será apresentado também para os demais setores como meios de hospedagens, bares e restaurantes, condutores e guias e está disponível a toda população.