1753

Prefeitura Municipal de Lençóis

Pular para o conteúdo

Turismo: Lençóis se torna referência para implantação de Turismo em Boa Vista do Tupim

19/07/2021 às 20h12

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Além de ser um dos destinos mais procurados no Brasil para o turismo de aventura e o ecoturismo, a Chapada Diamantina está prestes a se tornar também um destino procurado pela fé.


Com esse objetivo, a Prefeitura Municipal de Boa Vista do Tupim está desenvolvendo, junto aos moradores do Assentamento Cana Brava, o Caminho de Santa Dulce, um projeto de turismo religioso onde o santuário dedicado à Santa reúne pontos com grande potencial atrativo natural, unindo devoção e lazer, ao tempo que promove a geração de renda local e estimula o desenvolvimento de diversos setores da cidade, que atualmente tem a pecuária como principal atividade econômica.


Como representante da pasta de Turismo da Chapada Diamantina pelo Consórcio Chapada, a cidade de Lençóis foi convidada, no último domingo (18), a trocar experiências como referência para a implantação do turismo na localidade.


A Secretária de Turismo Laura Garcia foi convidada a conhecer e auxiliar o desenvolvimento do projeto. Ela citou alguns pontos importantes para a implantação do turismo sustentável e ressaltou a importância da criação da pasta de Turismo no município, do Conselho e da participação ativa da comunidade.


De acordo com a diretora da Fecomércio Bahia e membro do Conselho do SENAC Rosemma Maluf, que está desenvolvendo o projeto, além dos atrativos naturais e religioso, a região possui outros potenciais que podem agregar ainda mais valor ao projeto como a prática de esportes aquáticos e terrestres, a gastronomia, a produção de vinhos e queijos artesanais que já existem na região.  


Além dos balneários ao longo do rio Paraguassú, Boa Vista do Topim possui em seu território a Barragem bandeira de Melo, construída pela Cerb em 2006 que armazena um volume de cerca de 111 milhões de metros cúbicos de água, possibilitando a irrigação de 19 mil hectares de terras férteis. A barragem tem uma extensão de 863 metros por 19,1m de altura.


Segundo o prefeito Helder Lopes (Dinho), o projeto inclui a estruturação e ordenamento do centro comercial da comunidade, a implantação de uma ponte sobre o rio Paraguassú e pontos estratégicos ao longo do percurso dos peregrinos.  

 

Localizado às margens do rio Paraguassú, o assentamento de Cana Brava possui balneários privilegiados em acesso e preservação, com grande potencial turístico.  Esses balneários fazem parte do circuito do projeto que contempla a via sacra, transformando o local num espaço para integração social, lazer, geração de renda e santuário de devoção.