1753

Prefeitura Municipal de Lençóis

Pular para o conteúdo

Prefeitura Municipal ouve moradores e trabalhadores do Mucugezinho

13/04/2021 às 10h13

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


A prefeita Vanessa Senna se reuniu no dia 19 de fevereiro, com membros do governo e da Associação COMOVAM (Comunidade Moradores Vale do Mucugesinho) para debater as questões relacionadas à regularização da gestão, monitoramento e cobrança de taxas do balneário Mucugesinho.

Além da prefeita Vanessa, participaram do encontro: os representantes da Secretaria de Meio Ambiente: o secretário Raimundo Baracho, o diretor Paulo Ricardo Magalhães e o coordenador de Parques Municipais Esmeraldo Sena; da Secretaria de Turismo: a secretária Laura Garcia e a diretora Aracely Dourado; da Vigilância Sanitária, a diretora Jéssica Passos; a assessora jurídica da prefeitura, a advogada Karen Silva Almeida; o consultor de meio ambiente do município Fábio Oliveira, o presidente da associação COMOVAM, Gilmar José, demais membros e moradores do Mucugesinho.

A reunião teve como principal pauta a regularização da gestão do balneário, bem como todas as questões nela envolvidas, como: manutenção e estruturação do balneário; a cobrança de taxas de visitação; o monitoramento da área; o credenciamento de ambulância e salva-vidas atuantes no local; além as determinações do decreto 01/2000, que garantem o livre acesso de pessoas às trilhas da região.

Os moradores do Mucugesinho ressaltaram a importância da gestão da área, que além da geração de empregos diretos no local, o trabalho realizado no balneário vem garantindo o ordenamento, a limpeza e a segurança dos visitantes.

A prefeita Vanessa Senna afirmou que a prefeitura entende que a manutenção da atividade turística do local tem um custo de manutenção e que neste momento a intensão é ouvir os moradores do Mucugesinho afim de regularizar o monitoramento e gestão do atrativo turístico de acordo com as determinações legais do Ministério Público, para que dessa forma, possa garantir que a atividade turística seja viável e sustentável.

Em comum acordo, os participantes decidiram que um novo encontro será realizado com a presença dos órgãos competentes como INEMA e Ministério Público, para que juntos, sejam alinhadas e planejadas as ações de gerenciamento do atrativo, sem prejudicar os moradores do local.